quinta-feira, 11 de agosto de 2011

2 filmes 3 vidas

Com a intenção de abordar todos os possíveis assuntos e meios que envolvam a gastronomia, hoje eu resolvi escrever sobre dois filmes que usam a comida como elemento essencial no enredo.

Em Estomago, Raimundo Nonato, e posteriormente Alecrim, um nordestino como tantos outros, vem para a cidade grande em busca de algo melhor. Sem ter para onde ir, ou o que fazer quando chega, ele é admitido como faxineiro e ajudante de cozinha em um boteco. Descobrindo seu talento para a culinária, através de suas coxinhas, transforma o estabelecimento em um lugar badalado. E logo recebe uma proposta de trabalho em um restaurante italiano local, onde o dono o ensina as técnicas e os truques da gastronomia italiana. Envolvido e apaixonado por uma prostituta, com quem troca sexo por comida, vai parar na cadeia. Lá começa a perceber o quão longe seus dotes podem lhe levar.
Como dizem os próprios responsáveis pelo filme é “uma fábula nada infantil sobre o poder, o sexo e a culinária”.
Esse, em minha opinião, está entre os melhores filmes nacionais dos últimos anos. O longa-metragem conta com a participação de duas revelações do cinema nacional: João Miguel e Fabíola Nascimento, foi premiado em diversos festivais e, infelizmente, foi e ainda é pouquíssimo divulgado.
Para mais informações visite o site oficial do filme clicando aqui.
Deixo aqui o trailer do filme para dar um gostinho.



Já em Julie & Julia, em um clima bem diferente do vivenciado em Estomago, vê-se duas vidas ligadas pela culinária. Uma, mudando de cidade e sem saber o que fazer para ocupar o tempo, devido ao seu enorme prazer e gosto em comer, decide aprender a cozinhar. A outra, para fugir do estresse e do cansaço da rotina, cozinha.
 A primeira, Julia, vai contra os costumes da época e se forma em um curso avançado na famosa escola francesa para cozinheiros Le Cordon Bleu. Para ajudar duas amigas, começa a revisar e reescrever um livro de culinária francesa para americanas, e no fim de um longo processo, o livro fica pronto e ela, famosa.  Enquanto a segunda, Julie, procurando algo a mais para fazer e na tentativa de concluir algo em sua vida, decide criar um blog, em que fala sobre sua experiência de pegar as receitas do livro de Julia e fazê-las, e com o prazo máximo de execução em um ano.
Baseado em duas historias reais e com mais uma atuação excelente de Maryl Streep e com Amy Adams que não fica para trás, Julie & Julia é um filme que sempre me anima, e de certa forma, me deu um incentivo para criar esse espaço. Mais informações também no site oficial, esse é americano e em inglês. Aqui.
Abaixo o trailer.



Espero que gostem!

Volto na próxima semana com mais uma aventura na cozinha, e uma receita.
Bom final de semana a todos.
E me despeço no estilo Julia Child: Bon Appétit!

2 comentários:

Andréa Potsch disse...

OI Nathália,
Vim aqui conhecer seu blog e vi que está bem no início...
Boa sorte e muito sucesso pra você!
bjs

Nathalia disse...

obrigada pela visita. volte sempre!